sábado, 8 de dezembro de 2018

Família de Schoenstatt: dia 18/12 tem encerramento do ano!


Olá Família de Schoenstatt!

Estamos encerrando 2018, ano de muitas graças e conquistas  para a  Família de Curitiba. Neste 18 de dezembro, dia em que renovamos nossa Aliança de Amor com a Mãe de Deus, vamos nos reunir como família Tabor Magnificat em sinal de gratidão.

Teremos Missa às 20 horas, com benção do Menino Jesus que cada família levará de seus presépios, também a queima do Capital de Graças e após a confraternização com lanche comunitário. 

Contamos com suas presenças para este momento especial. Solicitamos que divulguem em seus grupos e comunidades.

Em nome  do Conselho do Santuário Tabor Magnificat,
Muraro e Goreti



quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Hoje tem adoração no Santuário

Hoje, às 20 horas, teremos Adoração ao Santíssimo Sacramento no Santuário Tabor Magnificat. Esperamos por você!

domingo, 2 de dezembro de 2018

Liga de Famílias alcança Conquista da Bandeira do ramo


Texto - Eliza Marochi
Fotos - Liga de Famílias de Curitiba/PR

No dia 1º de Dezembro a LIGA DE FAMÍLIAS de Curitiba comemorou o encerramento do Ano com a Conquista da Bandeira da Liga. As comemorações iniciaram-se com um delicioso churrasco em família, tendo a presença de 100 integrantes do ramo de Curitiba.

Após, houve um momento de partilha sobre como foi a conquista, a prática das virtudes semanais e a construção do símbolo da Liga de Famílias. Uma gincana em família animou a todos, pois fez com que caminhassem pelo Santuário e aprendessem um pouco mais sobre Schoenstatt e o Pai Fundador.


Ainda foi celebrada a Santa Missa, durante a qual a BANDEIRA foi abençoada pelo Pe. Marcelo e toda a Liga de Famílias rezou a ORAÇÃO DE RECEPÇÃO DA BANDEIRA. Para fechar a noite, um arroz carreteiro foi o prato principal do jantar e também das marmitas montadas para distribuir aos moradores de rua.





Retrospectiva da Conquista

Foi uma linda conquista que iniciou em 6 de Outubro, quando toda a Liga se reuniu e realizou palestras, partilhas e trabalho em grupo a fim de definir qual seria o Capital de Graças para a Conquista da Bandeira. 

Nesta reunião para definição de como seria a “Conquista” os coordenadores gerais da Liga Eliza e Luiz relembraram o significado do Símbolo da Liga de Famílias e Irmã Doralice fez uma palestra sobre o significado da Conquista. Depois, como resultado de trabalho de grupo toda a Liga definiu que trabalharíamos até a data da entrega da Bandeira com os temas: AUTOEDUCAÇÃO; ORAÇÃO e CONQUISTA PRÁTICA (objeto com o símbolo da Liga).

Confira abaixo o passo a passo trilhado pelo grupo.

AUTOEDUCAÇÃO

Trabalhar 1 virtude/ação por semana:
  • Semana 1 = acolhida
  • Semana 2 = paciência
  • Semana 3 = tolerância
  • Semana 4 = alegria
  • Semana 5 = caridade
  • Semana 6 = Oração Canonização PJK
  • Semana 7 = Gratidão e o Belo


AUTOEDUCAÇÃO, semana 1 (Acolhida): 14-20/10/18

Relação com nosso símbolo: Círculo azul com o escrito do ideal - a parte de cima (Santuário Vivo de Schoenstatt) com o círculo de baixo (um Novo Nazaré, Tabor para o mundo!) lembra a fidelidade ao sacramental do matrimônio.

Como Liga de Famílias vamos conquistá-lo com a virtude da acolhida, que na nossa linguagem schoenstattiana se concretiza na graça do abrigo espiritual. 

No símbolo os dois escritos vão ao encontro um do outro: Expressa acolhida e abraço.  
  • Diariamente escrever situações da vida e como pôs em pratica os propósitos; 
  • Nesta primeira semana conquistamos o ideal da liga de famílias que lembra nossa missão.

AUTOEDUCAÇÃO, semana 2 (Paciência): 21-27/10/18

Nesta segunda semana vamos conquistar o círculo vermelho que lembra a Aliança de Amor que selamos ou ainda vamos selar com a Mãe Três Vezes Admirável de Schoenstatt. Para que Aliança se concretize temos que viver o nosso “Nada sem nós!”

Nesta semana vamos oferecer, nas diversas situações do dia, a paciência. Virtude tão necessária para que haja paz, diálogo e crescimento. Em nossa linguagem schoenstattiana falamos da segunda graça que a Mãe e Rainha distribui em seus Santuários: graça da transformação. 
  • Diariamente escrever situações da vida em que pôs em pratica o propósito da paciência;  Nesta segunda semana conquistamos o circulo vermelho que lembra  a Aliança de Amor com a MTA.

AUTOEDUCAÇÃO, semana 3 (Tolerância): 28/10 – 03/11/18

Nesta terceira semana da conquista da bandeira vamos colocar em destaque a virtude da tolerância. Ressaltamos a figura do pai e da mãe. Para que eles sejam firmes no compromisso assumido, um com o outro, a virtude da tolerância precisa ser vivida no dia a dia.  Refletir: Como estou vivendo a virtude da tolerância dentro do meu lar? 
  • Diariamente escrever situações da vida e como pôs em pratica este  propósito da tolerância
  • Nesta terceira semana conquistamos a figura do pai e da mãe e a sua importante missão  na configuração do lar. 

AUTOEDUCAÇÃO, semana 4 (Alegria): 04-10/11/18

Nesta quarta semana da conquista de nossa bandeira vamos nos empenhar pela virtude da alegria de ser família, de ter uma família. Alegrar-se com cada filho, com seus dons, seu jeito de ser. Alegrar-nos pelo presente que Deus nos fez ao nos confiar cada filho.  Como propósito desta semana causar pequenas alegrias para os filhos... 
  • Diariamente escrever situações da vida e como pôs em pratica os propósitos;
  • Nesta quarta semana conquistamos a figura dos filhos, como o presente mais precioso que Deus nos deu. Os que ainda não têm filhos causar alegria alguém do circulo familiar. 

AUTOEDUCAÇÃO, semana 5 (Caridade): 11-17/11/18

Nesta quinta semana da conquista de nossa bandeira da liga de famílias, vamos conquistar o campanário do Santuário. Ele nós recorda que somos eleitos por Deus para anunciar ao mundo a bela missão da família. Que a exemplo da família de Nazaré possamos irradiar a virtude da caridade. Nesta semana queremos todos os dias praticar um ato de caridade ao próximo.
  • Diariamente escrever situações da vida e como pôs em pratica os propósitos 
  • Nesta quinta semana conquistamos o campanário que anunciar que neste lar reina a caridade.  Ensinar os filhos a ser generosos com o próximo. 

AUTOEDUCAÇÃO, semana 6 (Vida de Oração e Oração pela Canonização do Pe. José Kentenich):  18-24/11/18

Nesta sexta semana da conquista da bandeira da Liga de famílias conquistamos o inteiro do santuário. Ele nos lembra que para sermos Santuário Vivos de Schoenstatt precisamos conquistar a interioridade, por meio da vida de oração. Fazer um momento de oração pessoal todos os dias, por exemplo: leitura oração da Palavra, participação na santa missa, uma adoração...
  • Diariamente escrever situações da vida e como pôs em pratica os propósitos;
  • Nesta sexta semana conquistamos o interior do santuário que nos lembra  que precisamos cultivar a vida de oração. Rezar todos os dias a Oração pela Canonização do Pe. José Kentenich.

AUTOEDUCAÇÃO, semana 7 (Gratidão e o Belo):  25/11 a 01/12/18

Nesta sétima semana da conquista de nossa bandeira da Liga de famílias, vamos olhar para os raios que partem deste símbolo. Eles nos lembram que participamos de um movimento apostólico, em saída. E que a terceira graça que a Mãe e Rainha nos concede em seus Santuários é a graça do ardor apostólico. Sejamos uma família missionária. Vamos conquistar a virtude da gratidão e de olhar a vida em seus aspectos mais belos.  Nesta semana vamos evangelizar nossos ambiente espalhando a virtude de gratidão.
  • Diariamente escrever situações da vida e como pôs em pratica os propósitos
  • Nesta sétima semana conquistamos os raios que nos lembram que somos família missionaria ! Levemos para todos os ambientes a virtude da gratidão!


ORAÇÃO: Cada família da liga rezar uma dezena do terço por dia.

****

Este sábado foi um dia DE BENÇÃOS, GRAÇAS E MUITA ALEGRIA! Obrigada querida Mãe de Deus!





Preparação para o Santo Natal: o significado da Coroa do Advento


Nas Igrejas, nesse tempo que antecede o Natal, é usada a “Coroa do Advento”, de origem europeia. Ela é composta por um círculo de galhos verdes, semelhantes a uma guirlanda, que simbolizam a eternidade, porque não tem começo nem fim; e um laço vermelho que simboliza o amor de Deus. Traz no centro quatro velas coloridas: 
  • Vermelha o amor de Deus e o sangue de Jesus;
  • Roxa simboliza a penitência e conversão;
  • Rosa é o sinal de alegria;
  • Verde de esperança.

Advento significa “o que há de vir”. Logo a coroa e uma espécie de contagem regressiva para o Natal. Ao longo do tempo do Advento é acesa uma vela por semana. Durante o tempo de preparação de quatro semanas que precede a festa do Santo Natal, a Igreja quer tornar-nos conscientes de que o nossos Redentor está a caminho para vir até nós, pela graça. Devemos então preparar-nos para recebê-lo.

O ADVENTO é também a recordação do tempo em que o povo israelita esperou o Salvador. Para nós, Cristãos, o Advento é tempo de penitência e conversão, de cultivo de profundas relações filiais com a Santíssima, nossa Mãe, com quem esperamos e nos preparamos para a Noite Santa. A Igreja nô-la apresenta como guia e modelo, pois Ela nos ensina a vivermos humildes e confiantes na espera do Senhor Jesus. A consciência de nossa fraqueza, de nossas limitações e falhas nos faz esperar e desejar ardentemente a vinda do Redentor e Salvador do mundo.

No primeiro domingo do tempo de Advento acende-se uma vela, no segundo domingo duas, no terceiro domingo três e, no último, quatro. Sua luz, que vai crescendo aos poucos, indica proximidade da festa do Santo Natal, isto é, a proximidade da luz de Cristo.

Primeiro Domingo (acende-se 1 vela na coroa)
"Já é hora de despertarmos do sono porque a salvação está mais próxima de nós” (Rom 13,11)

Despertamos do sono da comodidade do bem-estar, da indiferença e da mediocridade. Como no Advento histórico, também neste Advento a Mãe de Deus passa pelo mundo, batendo de porta em porta, em cada coração à procura de um lar para o seu divino Filho que vai nascer. Mas como outrora, também hoje muitos homens lhe negam abrigo, pois seus corações estão cheios de preocupações, orgulho, busca de honras, exagerado apego as coisas materiais e passageiras.

Mas nós, cristãos, santificados pela graça do batismo, pelo qual nos tornamos Igrejas  vivas e ambulantes da Santíssima Trindade, queremos ouvir sua voz, desfazer-nos de nossas algemas interiores, para que Maria Santíssima, na Noite Santa, possa novamente reclinar seu divino Filho em nosso coração, transformando-o num presépio vivo.

Oferta de amor: 
Maria, nossa boa Mãe, por teu amor, queremos vencer nossa comodidade, nossa indiferença,  nosso orgulho. Ajuda-nos a fazer ao menos uma boa ação em favor dos  outros.

Oração: 
Vem, Jesus, ó Rei Divino, ao meu pobre coração. Eu te espero com saudade, alegria e gratidão. Se o mundo te rejeita com dureza e rigor, minha alma te acolhe com ternura e amor.

Segundo Domingo (acende-se 2 velas na coroa)
"Preparai os caminhos do Senhor, endireita-lhe as sendas e todos verão a salvação que traz o nosso Deus" (Lc 3,4-6)

Preparar o caminho do Senhor é concentrar nossas aspirações em Deus, na vinda do Reino do Pai ao nosso interior, pela graça do Santo Natal. Deus nos pede que nos centralizemos mais nos valores espirituais e deixemos o que é material e terreno em segundo plano.

Preparemos o caminho para a vinda do Senhor, pelo cultivo mais consciente da oração e do recolhimento interior. Endireitemos as sendas, esforçando-nos por melhorar nossa atitude de vida, corrigindo nossos defeitos e procurando cumprir com maior fervor nossos deveres de cristão.

Oferta de amor:
Maria, nossa boa Mãe, entregamo-nos inteiramente a ti, assim como somos. Ajuda- nos a preparar o caminho do Senhor ao nossa coração sendo fiéis cumpridores de nossos deveres de estado, em nossa vida pessoal, na família e na profissão.

Oração:
Querida Mãe Imaculada. Tu que nos deste o teu divino Filho, na Noite Santa, em Belém, gera-o novamente em nossos corações, pela graça, para que possamos como  Tu, sermos portadores de seu amora e de sus paz para o mundo. Amém.

Terceiro Domingo (acende-se 3 velas na coroa)
"Minha alma se alegra em Deus" (Is 61,10b)

Próximo está o dia de nossa salvação, Alegremo-nos, pois o Senhor vem satisfazer nossas esperanças e anseios de redenção. Lembremo-nos de que o Filho de Deus, como homem, nasceu pelo caminho que ele quer renascer em nós, pela graça.

Queremos, pois, aproveitar a dureza do dia útil, a monotonia do dever, as desilusões, insucessos, incompreensões, desejos não realizados de purificação e redenção de nossas almas. Somente quando despejados de tudo o que impede a atuação da graça, Cristo poderá preencher o vazio de nosso interior com o braseiro de seu amor e com a plenitude de seus dons.

Oferta de amor:
Maria, nossa Mãe, por teu amor e contigo, queremos esforçar-nos por aceitar os acontecimentos e situações desagradáveis, sem nos queixar.

Oração: 
Mãe de Deus, prepara-nos para o Santo Natal. Aceita todos os nossos sacrifícios e boas ações, que fizemos e oferece-os a Deus Pai, como prova de nosso amor e súplica: Vem, Senhor Jesus, vem habitar em nosso coração e redimir-nos com tua graça. Amém.

Quarto Domingo (acende-se quatro velas na coroa) 
“Eis aqui a serva do Senhor: faça-se em mim segundo a tua palavra” (Lc 1,38)

Somente poucos dias ainda nos separam da grande festa do Santo Natal, Intensifiquemos nosso esforço em preparar nossos corações para a vinda do Senhor. Ele quer enriquecer-nos com suas graças, pois tem muito a nos dar.

Unamo-nos a Maria Santíssima e imploremos do Salvador a plenitude dos dons que Ele nos reservou. Procuremos conquistá-los esforçando-nos por nos educar à aceitação e paciência nos acontecimentos, à bondade, à compreensão para com os outros, à prontidão em serví-los e perdoá-los quando erram.  Procuremos ver em nossos irmãos a face do Senhor, por quem ele quis tornar-se homem, para elevá-los à dignidade de filhos de Deus.

Oferta de amor:
Maria, nossa querida Mãe, por teu amor e contigo queremos esforçar-nos para sermos bondosos e servir os nossos irmãos tanto quanto estiver ao nosso alcance, mesmo nas horas difíceis e nos imprevistos.

Oração: 
Ó Mãe Imaculada, em teu coração depomos nossas pequenas e singelas ofertas de amor.  Prepara nossos corações nestes poucos dias que ainda precedem ao Natal, a fim de que teu Filho Jesus, possa renascer neles pela graça e imprimir em nós seus traços divinos. Amém.

sábado, 24 de novembro de 2018

Hoje e amanhã venha conferir os artesanatos de Natal


Hoje e amanhã, no Santuário Tabor Magnificat, das 10h às 17h tem a Feira de Artesanato de Natal. Venha conferir os belíssimos trabalhos confeccionados por integrantes da Liga das Mães. A renda da venda dos artigos natalinos será revertida para as atividades do Santuário.








16/12 é Dia de Churrasco no Santuário, venha saborear conosco!









terça-feira, 6 de novembro de 2018

Em missão: A Lafs anuncia os passos de Maria


Texto - Renata Orsato
Fotos - Liga Apostólica Feminina de Schoenstatt

O início do mês de novembro, com os Dias de Todos os Santos e Finados, foi marcado por uma experiência diferente para 31 mulheres vindas de 12 cidades do Paraná, São Paulo, Santa Catarina e até Paraguai. A 1ª Jornada Missionária da Liga Apostólica Feminina de Schoenstatt (Lafs) foi promovida de 1 a 4 de novembro na Comunidade Imaculada Conceição, pertencente à Paróquia Divino Espírito Santo, em Guarapuava/PR.

Hospedadas na Escola Municipal Gabriel Hugo Rios, sob o lema “LAFS anuncia os passos de Maria”, elas montaram grupos de quatro mulheres e foram visitar as casas das redondezas. Seu intuito, indo ao encontro dos moradores, era falar sobre Deus, escutar suas histórias, orar pelas suas intenções, disseminar a mensagem do amor de Cristo e relembrar a dignidade da mulher nos dias atuais a exemplo de Maria, Mãe e educadora de Cristo. 




Ação, oração, missão

As missionárias também participaram de missas e adorações, conduzidas pelos Padres Vinicios Augusto dos Santos Araújo e Itamar Turco, além de momentos de reflexão e integração com a comunidade. Na tarde de sábado, dia 10, organizaram o “Lafs em Ação”, com atividades direcionadas às mulheres e crianças moradoras da região: orientações com profissionais de saúde da Faculdade Guairacá, palestra sobre o valor da mulher proferida pela psicóloga Ana Paula Moss Campos, da Liga de Famílias, brincadeiras e lanche.

A espiritualidade foi essencial para fortalecer mentes, corações e espíritos durante os dias de missão, tendo trabalhado seis elementos: pés (disponibilidade), pedras (dificuldades), terra (fortaleza), água e sementes (o ser feminino), luz (irradiação de alegria) e flores (florescência da aspiração).






Confira algumas impressões sobre a Jornada Missionária:

assessora nacional da LAFS Ir. Maria Jacinta Donati não escondeu sua emoção ao final da jornada. "Nós percebemos que realmente foi uma ação de Deus. Mas essa ação se complementou quando nós pudemos viver essa comunhão com a Paróquia. Agradecemos às liguistas que não puderam estar presentes e contribuíram com suas orações e à Família de Schoenstatt de Guarapuava que não mediu esforços, especialmente a Juventude Feminina que estava na linha de frente. Este projeto pode abrir muitos caminhos para o futuro. Cada uma foi uma 'pedrinha' insubstituível nessa missão", contou ela.

Para a Ir. Maria Doralice de Souza, assessora da LAFS Guarapuava/PR e Curitiba/PR, a data escolhida teve um sentido especial: "Achei muito significativo realizarmos a jornada durante o Dia de Finados, pois encontramos as pessoas muito sensibilizadas e levamos uma palavra de consolo a elas. Foi uma vivência muito bonita. Senti o quanto as pessoas precisam ser ouvidas e o quanto conseguimos compartilhar o que aprendemos em nossa formação. Como Jesus disse, a quem muito foi dado muito será pedido".

"Ficamos muito honrados por essa missão ter sido em nossa comunidade, agradecemos ao Movimento de Schoenstatt e à Prefeitura de Guarapuava/PR por ter concedido as dependências da escola. As nossas portas estarão sempre abertas para recebê-las" foram as palavras de gratidão de Eduardo, que representou o Conselho da Comunidade Imaculada Conceição e seus demais integrantes Suzane, João Barbosa, Roselene, Diana e Adriana.

"A gente terminou essa experiência com sentimento de gratidão muito grande a Deus e à Mãe de Deus. Foi muito bom para mim estar aqui nestes dias, ainda mais neste mês pois dia 25/11 completo 35 anos de idade e me senti enriquecido espiritualmente" foram as palavras do Padre Vinicios Augusto dos Santos Araújo, pároco da Paróquia Divino Espírito Santo.



Testemunhos das participantes:

Mariane Fiorini

"Costumo sair e ir em festas como todo jovem. Mas neste último feriado prolongado resolvi participar da Jornada Missionária e senti que ganhei muito. Só eu sei o quanto eu precisava dessa experiência e o quanto Deus agiu em minha vida. As partilhas vivenciadas em cada casa me fizeram parar e analisar o quanto muitas vezes eu erro em questionar Deus, pois muitos não têm a oportunidade de ter nem a metade do que tenho". 

Audrey Markutis

"Estou atuante no movimento de Schoenstatt há 3 anos e na LAFS há pouco menos de 2 anos, mas como no início de minha participação, tudo acontece meio que no "susto".

Os meus "sim" nunca foram pensados, recebi todos os convites de coração aberto e só sigo cumprindo o que me foi providenciado.

Para a 1ª Missão Lafs em Guarapuava/PR não foi diferente, só aceitei ao chamado e fui. Sinceramente eu não fazia ideia de como era uma Missão, pensei em algo como encontros e retiros que participava quando atuava no movimento diocesano, mas era tudo mais intenso. O sentimento de família foi sentido o tempo inteiro, me senti muito em casa.

Agora a vivência de evangelizar foi sem dúvida a mais encantadora. Levar a palavra de Cristo, olhar nos olhos das pessoas com uma palavra de conforto é impagável. Algumas das famílias visitadas  me marcaram de modo muito especial. Uma das primeiras casas que fui, a D. Luiza de 90 anos, já me deixou com uma nova missão: realizar o sonho de reencontrar a sua família com quem tinha perdido o contato há 50 anos. Não seria uma tarefa fácil se não fosse a Providência e intercessão da Mãe.

A querida Silmara, uma manicure cheia de amor no coração, também me marcou de forma especial, ela que teve uma educação cristã evangélica migrou para o catolicismo para acompanhar seu esposo na jornada espiritual e estava começando a compreender o amor de Maria.

O foco da nossa missão era mulheres, mas fomos recebidas carinhosamente por muitos homens também. Porém, elas foram as protagonistas para a minha história.

Na casa da Mari, já demos de encontro com sua filha e dois netos se despedindo, ela mostrou toda sua fortaleza, mas se emocionou com a palavra providencial. Mulher guerreira que sofria com o sofrimento das filhas, porque ela também era mãe, espelho de Maria.

E a última casa visitada, não teria uma história menos interessante para contar. D. Eva, mulher de fé, também sofria com o sofrimento de sua filha Silmara, que estava passando por um momento de instabilidade no casamento e instabilidade emocional. Foi imensamente gratificante poder compartilhar minhas aflições de mulher e deixar o recado de que Jesus nos ama exatamente do jeito que somos, com todos os nossos acertos e todos os nossos erros.

Pe. Vinícius pregou sabiamente em nossa adoração de encerramento que não devemos mendigar amor, porque nós temos o maior amor do mundo que é o de Cristo, que deu sua vida por nós.

Saio dessa missão transbordando amor e esperança. Pois Cristo vive e reina".

Vera Lucia Bernardo

"Gratidão, alegria melhor descrevem estes dias de convivência com vocês na jornada missionária, pois foi cheia de momentos de graças e bênçãos que juntas vivemos em comunidade, podemos até dizer que vivemos nos passos de Maria. 

Senti-me fortalecida e agraciada por este presente que Deus me deu caminhar nos passos de Maria. Como veterana acredito que está é a hora da Lafs, uma nova etapa para vida do ramo um refundar... como pequena Maria levar o Cristo para o mundo: um novo ardor missionário ressurgiu, somos Lafs em Saída.   

Gratidão pela nova geração que está surgindo, pelos novos tabernáculo vivos e a Deus por ter estado com vocês. Também agradeço às nossas assessoras irmã Jacinta e Irmã Doralice. Tabernáculo Vivo anuncia e caminha com Maria!"



quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Famílias e criançada fazem festa no Dia de Todos os Santos


Texto - Gisele Sprea
Fotos - Gilseanne Rossi e Handrey Prosdócimo

No último domingo a União e a Liga de Famílias de Shoensttat comemoraram o Dia de Todos os Santos, com uma festa alegre, bem familiar e repleta de Anjos e Santos! 

Todos começaram realizando o terço com a participação muito especial das crianças. Houve a contação da história de Santa Clara e São Franscisco de Assis, os quais apareceram também e junto com as crianças, saíram ao encontro de peregrinos do Santuário para entregar pãezinhos e desejar um Feliz dia de Todos os Santos. 

Assim, num simples ato concreto de partilhar o pão, puderam vivenciar a alegria da santidade, acolhendo e fazendo o bem ao próximo!